Deputados são acusados de invadirem hospital em SP

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Parlamentares foram acusados de promover aglomeração e risco aos pacientes.

Os deputados estaduais Arthur do Val (Patriota) e Ricardo Mellão (Novo) invadiram o Hospital Geral de Guarulhos, na Grande São Paulo, na tarde de sexta-feira (16).

Do Val e Mellão foram acompanhados pelo deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP).

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES), eles tentaram acessar à força a área restrita de atendimento aos casos graves de infectados pelo coronavírus.

Os parlamentares ainda foram acusados de promover aglomeração e risco à equipe e aos pacientes da ala.

No momento da invasão, o hospital estava com 60 pacientes internados com quadros graves da Covid-19 — 27 na enfermaria e 33 na UTI.

Em nota à imprensa, o governo João Doria lamentou ocorrido e informou que a “conduta dos parlamentares destoa do que é esperado de autoridades públicas, que deveriam ser exemplo e zelar pela segurança da população, principalmente em tempos de crise sanitária global”.

Ainda de acordo com o texto da SES, o episódio é “um ato de desrespeito não apenas com os profissionais da saúde que ali atuam, mas também com as vítimas da doença e seus familiares.”

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.