Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Deputados trocam ofensas em votação do Escola sem Partido

Deputados trocam ofensas em votação do Escola sem Partido
COMPARTILHE

Ivan Valente (PSOL-SP) chamou o projeto “Escola Sem Partido” de retrocesso, enquanto Marco Feliciano (PODE-SP) se declarou “contra a ditadura de esquerda e a diarreia verbal” do deputado psolista.

A reunião para votação do projeto “Escola sem Partido” foi adiada pela quarta vez nesta quinta-feira (22).

A mudança teria sido causada após o pedido de vista conjunta, ou seja, a revisão do projeto de lei já aprovado em Alagoas.

Durante a discussão, parlamentares favoráveis ao projeto, que impõe regras sobre a abordagem de assuntos como educação sexual e de gênero, diziam não temer que o “Escola sem Partido” seja discutido no plenário da Câmara.

A deputada Érika Kokay (PT-DF), uma das representantes da oposição, afirmou que utilizará as ferramentas regimentais para obstruir o andamento do projeto na comissão.

Considerado um retrocesso civilizatório pelo deputado Ivan Valente (PSOL-SP), o deputado Marco Feliciano (PODE-SP) se declarou “contra a ditadura de esquerda e a diarreia verbal” feita por Ivan.

O deputado Glauber Braga (PSOL-RJ), colega de bancada de Ivan, retrucou exigindo respeito por parte de Feliciano e o chamou de moleque.

O presidente da comissão, deputado Marcos Rogério (DEM-RO), deve convocar as duas reuniões para a terça e quarta-feira da próxima semana. Espera-se que a discussão final e a votação do relatório ocorram na próxima na quinta (29).

 

Adaptado da fonte Pleno.News

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE