Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Descobertas astronômicas incríveis feitas na Grécia Antiga

Descobertas astronômicas incríveis feitas na Grécia Antiga

Onde nossa civilização poderia estar agora se a ciência da Grécia Antiga tivesse continuado ininterruptamente?

As Histórias de Heródoto (484 a 425 a.C) oferecem uma visão incrível da vida científica na Grécia em meados do século V antes de Jesus Cristo.

Citando vários casos de conhecimento popular, Heródoto apresenta uma interessante visão sobre o conhecimento astronômico do mundo antigo. 

Abaixo apresentamos algumas destas descobertas dos pesquisadores da Grécia Antiga.

Aristarco de Samos e o Heliocentrismo

Considerado por muitos o Copérnico da Época Clássica, Aristarco nasceu em 310 a.C. em Samos, na Grécia.  

As conclusões de Aristarco sobre o Sistema Solar, embora arcaicas, causam admiração até os dias atuais por sua coerência.

De acordo com ele, as estrelas seriam imóveis; a Terra estaria localizada no centro do universo, mas apresentaria rotação; quanto aos demais planetas, pelo menos Mercúrio e Vênus girariam em torno do Sol.

Aristarco afirmou ainda que os movimentos de todos esses corpos poderiam ser mais facilmente descritos, caso se admitisse que todos os planetas, incluindo a Terra, giravam em torno do Sol.

É uma conclusão impressionante, principalmente quando se considera que o tema não foi abordado novamente até o século XVI, por Nicolau Copérnico, que chegou a reconhecer Aristarco durante o desenvolvimento de seu próprio trabalho. 

Aristarco e o tamanho da Lua

Um dos livros de Aristarco que sobreviveu ao tempo é focado nos tamanhos e distâncias do Sol e da Lua

O astrônomo grego procurou calcular o diâmetro da Lua em relação ao da Terra, baseando-se na sombra projetada pelo nosso planeta durante um eclipse lunar. 

Aristarco concluiu que a Lua tinha um diâmetro três vezes menor que o da Terra (o valor correto é 3,7). Com esse dado, deduziu que o diâmetro solar era 20 vezes maior que o da Lua e cerca de 7 vezes maior que o da Terra.

Eratóstenes e a circunferência da Terra

Eratóstenes (276 a 195 a.C.) foi bibliotecário-chefe da Grande Biblioteca de Alexandria, no Egito, e um aguçado experimentalista. 

Entre suas muitas realizações está o mais antigo cálculo conhecido da circunferência da Terra. 

O famoso e simples método de Eratóstenes baseava-se na medição dos diferentes comprimentos das sombras lançadas por postes posicionados verticalmente ao solo, ao meio-dia no solstício de verão, em diferentes latitudes, destaca o site Só Científica.

Primeira calculadora astronômica

A calculadora mecânica mais antiga do planeta é o Mecanismo Antikythera, que foi encontrada em um antigo naufrágio ao largo da ilha grega de Antikythera, em 1900.

O dispositivo está fragmentado devido à passagem do tempo, mas quando intacto seria semelhante a uma caixa que acomodava dezenas de rodas dentadas de bronze finamente trabalhadas.

Não sabemos quem a construiu, mas a calculadora data de algum tempo entre os séculos III e I a.C. 

A tecnologia de engrenagem com a sofisticação do mecanismo Antikythera não foi mais vista por milhares de anos.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email