Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Desembargador que soltou Temer comparou ‘propina’ com ‘gorjeta’

Desembargador que soltou Temer comparou 'propina' com 'gorjeta'
COMPARTILHE

Antonio Ivan Athié é o responsável pela revogação da prisão preventiva do ex-presidente Michel Temer, do ex-ministro Moreira Franco e de outros seis investigados.

O desembargador Antonio Ivan Athié, do Tribunal Reginonal Federal da 2ª Região (TRF2), já propôs que algumas propinas pagas a alvos da Operação Lava Jato fossem consideradas apenas gorjetas.

Em fevereiro de 2017, durante o julgamento do pedido de liberdade do almirante Othon Luiz Pinheiro, ex-presidente da Eletronuclear, ele fez a seguinte afirmação:

“Nós temos que começar a rever essas investigações. Agora, tudo é propina. Será que não é hora de admitirmos que parte desse dinheiro foi apenas uma gratificação, uma gorjeta? A palavra propina vem do espanhol. Significa gorjeta. Será que não passou de uma gratificação dada a um servidor que nos serviu bem, como se paga a um garçom que nos atendeu bem? Essas investigações estão criminalizando a vida.”

Na ocasião, o desembargador votou pela revogação da prisão de Pinheiro, acusado de recebimento de propina relativa à construção da usina nuclear de Angra 3, segundo o InfoMoney.

Nesta segunda-feira (25), o magistrado do TRF2 determinou a soltura do ex-presidente Michel Temer, do ex-ministro Moreira Franco, de Coronel Lima, e de outros quatro alvos da Operação Descontaminação, como noticiou a RENOVA.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE