Português   English   Español

Desembargador que soltou Temer comparou ‘propina’ com ‘gorjeta’

Desembargador que soltou Temer comparou 'propina' com 'gorjeta'
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Antonio Ivan Athié é o responsável pela revogação da prisão preventiva do ex-presidente Michel Temer, do ex-ministro Moreira Franco e de outros seis investigados.


O desembargador Antonio Ivan Athié, do Tribunal Reginonal Federal da 2ª Região (TRF2), já propôs que algumas propinas pagas a alvos da Operação Lava Jato fossem consideradas apenas gorjetas.

Em fevereiro de 2017, durante o julgamento do pedido de liberdade do almirante Othon Luiz Pinheiro, ex-presidente da Eletronuclear, ele fez a seguinte afirmação:

“Nós temos que começar a rever essas investigações. Agora, tudo é propina. Será que não é hora de admitirmos que parte desse dinheiro foi apenas uma gratificação, uma gorjeta? A palavra propina vem do espanhol. Significa gorjeta. Será que não passou de uma gratificação dada a um servidor que nos serviu bem, como se paga a um garçom que nos atendeu bem? Essas investigações estão criminalizando a vida.”

Na ocasião, o desembargador votou pela revogação da prisão de Pinheiro, acusado de recebimento de propina relativa à construção da usina nuclear de Angra 3, segundo o InfoMoney.

Nesta segunda-feira (25), o magistrado do TRF2 determinou a soltura do ex-presidente Michel Temer, do ex-ministro Moreira Franco, de Coronel Lima, e de outros quatro alvos da Operação Descontaminação, como noticiou a RENOVA.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...