Desemprego entre veteranos de guerra dos EUA atingiu menor nível da história

Idiomas:

Português   English   Español
Desemprego entre veteranos de guerra dos EUA atingiu menor nível da história
JOÃO GUILHERME
JOÃO GUILHERME
Estudante e interessado em política, história e religião.

De acordo com dados do Departamento de Estatísticas do Trabalho (BLS), o desemprego entre militares veteranos de guerra chegou a uma baixa histórica em 2018.

Pela primeira vez na história, o desemprego entre militares norte-americanos “pós-11 de Setembro” caiu para baixo dos 4%, atingindo os 3.8%, como mostra o jornal “Military Times“.

Entre os veteranos em geral, a taxa caiu para 3.5% – a menor desde o ano 2000. Ela é 0.2% menor que a taxa de 2017, que era a menor desde 2001.

Um dos motivos para isso é que, desde a crise que atingiu o mundo em 2008, cresceu o número de iniciativas entre empresas e o Governo para promover a contratação de ex-militares. Isto pois, em 2011, o desemprego entre os veteranos chegou a passar dos 12%.

A Amazon, por exemplo, é uma das empresas que frequentemente contrata militares e seus familiares.

Em Washington, em particular — o lugar escolhido pela gigante do e-commerce para construir sua sede –, é grande a demanda por veteranos que tenham habilidades envolvendo segurança.

Outra baixa positiva registrada entre os veteranos é em relação àqueles que não tinham onde morar, que diminuiu 5.4% em 2018.

No geral, a taxa de desemprego do ano de 2018 foi de 3.9%, um pequeno aumento na anterior, que era de 3.7%, a menor em 50 anos.

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as principais notícias do Brasil e do Mundo.

Curta e compartilhe esta notícia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário

Veja outras notícias em destaque