Português   English   Español

Desemprego entre veteranos de guerra dos EUA atingiu menor nível da história

Desemprego entre veteranos de guerra dos EUA atingiu menor nível da história
João Guilherme
João Guilherme
Estudante e interessado em política, história e religião.

De acordo com dados do Departamento de Estatísticas do Trabalho (BLS), o desemprego entre militares veteranos de guerra chegou a uma baixa histórica em 2018.

Pela primeira vez na história, o desemprego entre militares norte-americanos “pós-11 de Setembro” caiu para baixo dos 4%, atingindo os 3.8%, como mostra o jornal “Military Times“.

Entre os veteranos em geral, a taxa caiu para 3.5% – a menor desde o ano 2000. Ela é 0.2% menor que a taxa de 2017, que era a menor desde 2001.

Um dos motivos para isso é que, desde a crise que atingiu o mundo em 2008, cresceu o número de iniciativas entre empresas e o Governo para promover a contratação de ex-militares. Isto pois, em 2011, o desemprego entre os veteranos chegou a passar dos 12%.

A Amazon, por exemplo, é uma das empresas que frequentemente contrata militares e seus familiares.

Em Washington, em particular — o lugar escolhido pela gigante do e-commerce para construir sua sede –, é grande a demanda por veteranos que tenham habilidades envolvendo segurança.

Outra baixa positiva registrada entre os veteranos é em relação àqueles que não tinham onde morar, que diminuiu 5.4% em 2018.

No geral, a taxa de desemprego do ano de 2018 foi de 3.9%, um pequeno aumento na anterior, que era de 3.7%, a menor em 50 anos.

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...