Português  English  Español

Apoie o jornalismo independente!

Desespero invade a campanha presidencial de Alckmin

Campanha de Alckmin em desespero
Foto: Pedro Ladeira/Folhapress
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

A campanha do candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin, entrou em um estado de profunda apreensão, segundo o jornalista Valdo Cruz no site do G1.

“Dentro do comitê de Geraldo Alckmin (PSDB), o estado de preocupação já passou para o de apreensão e pode atingir o de desespero se ele cair mais nas pesquisas”, diz o jornalista.

Atrás de Jair Bolsonaro (PSL), tanto nas pesquisas nacionais, como também em São Paulo, Geraldo Alckmin está sendo aconselhado a reforçar a campanha no seu quintal. E também no do seu vizinho, Minas Gerais.

Se não reagir nesses estados, suas chances são nulas. No entanto, se as próximas pesquisas seguirem o ritmo das atuais, o navio do tucano está prestes a afundar.

Segundo informações do G1:

Na avaliação de interlocutores do tucano, ele superestimou sua força em São Paulo e acreditou que seu desempenho entre os paulistas daria um salto com o início oficial da campanha, gerando uma onda que poderia se estender a outras regiões.

Só que isso não aconteceu e agora Alckmin, segundo aliados, vai correr atrás do tempo perdido num momento delicado da eleição. E não tem outra saída. Centrar o foco em São Paulo e Minas, estados em que os tucanos sempre tiveram bons resultados, é estratégico para frear a queda nas pesquisas e tentar uma reação na última semana da eleição.

Os tucanos ainda lembram a virada de Aécio em 2014, quando passou Marina Silva no finalzinho do primeiro turno, como uma última esperança. Só que, na época, o tucano mineiro conseguiu um bom desempenho em São Paulo, o que Alckmin não está repetindo até agora. E Alckmin perde em Minas, ficando na lanterna entre os principais candidatos a presidente.

Compartilhe...

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...