Desnutrição continua avançando na Venezuela

Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

A alta comissária da ONU para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, disse nesta segunda-feira (10) que continua recebendo informações sobre casos de mortes relacionadas com desnutrição na Venezuela.

Em seu primeiro discurso no Conselho de Direitos Humanos da ONU, a nova alta comissária disse que nos últimos meses continuaram as denúncias de detenções arbitrárias, maus-tratos e restrições à liberdade de expressão nesse país.

“O governo não mostrou abertura para uma prestação de contas genuína”, declarou Michelle Bachelet.

A reforma econômica implementada pelo ditador Nicolás Maduro não atenuou os sintomas da crise que assola o país. A desnutrição, por exemplo, continua presente na vida de milhares de cidadãos da Venezuela.

Nos últimos meses, a Renova Mídia vem cobrindo este assunto com afinco, mesmo com Maduro tentando encobrir a extensão da crise, censurando quase totalmente as estatísticas da saúde.

Adaptado da fonte EFE
Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Isso também pode te interessar

Deixe seu comentário

Anunciante
e-consulters
Parceiro

Assine nossa Newsletter!

Preencha o formulário para assinar.

Nome Email
newsletter

Últimas publicações