Detento fere 3 policiais franceses ao gritos de “Allahu Akbar”

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Pelo menos três policiais foram feridos nesta quinta-feira (11/01) na penitenciária de segurança máxima de Vendin-le-Vieil, no norte da França, após um alemão convertido ao islamismo atacá-los com uma tesoura.

De acordo com a direção do presídio, o alemão Christian Ganczarski teria atacado dois supervisores e um oficial gritanto “Allah Akbar” (“Alá é o maior”, em tradução livre).

Conhecido como um prisioneiro particularmente perigoso, Ganczarski já havia sido transferido para o isolamento na última sexta-feira (05/01) após as autoridades interceptarem uma conversa telefônica.

Segundo as autoridades, todos já estavam em alerta para um eventual ataque do detido. As vítimas foram hospitalizadas e apenas uma está em estado grave.

Ganczarski cumpre pena de 18 anos de prisão por cumplicidade no ataque à sinagoga de Djerba, na Tunísia, em abril de 2002, que deixou 21 mortos.

 

Com informações de: (1)

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.