- PUBLICIDADE -

Diamante de laboratório é aposta de joalheria famosa

Diamante de laboratório é aposta de joalheria famosa
- PUBLICIDADE -

A nova aposta da joalheria Pandora são os diamantes de laboratório.

Depois de dizer que deixaria de usar ouro e prata recém-extraídos, a Pandora, maior fabricante de joias do mundo, não usará mais diamantes extraídos de minas mundo afora.

Sediada em Copenhague, capital da Dinamarca, a empresa disse, na última terça-feira (18), que lançará sua 1ª coleção usando pedras feitas em laboratório no Reino Unido.

Em entrevista por telefone à agência Bloomberg, Alexander Lacik, CEO da Pandora, comentou:

“Para a geração do milênio, em particular, a consciência do que é um diamante criado em laboratório é significativamente maior do que para as gerações mais velhas, então é também uma questão de educação. Eles estão mais preocupados com os aspectos de sustentabilidade.”

Alexander Lacik, CEO da Pandora

Os diamantes feitos em laboratório da Pandora são cultivados a partir de carbono, com mais de 60% de energia renovável — uma proporção que deve aumentar para 100% já em 2022.

De acordo com a empresa, os diamantes feitos em laboratório terão as mesmas características físicas das pedras extraídas.

Um relatório recente da Bain mostra que o mercado de pedras criadas em laboratório está apresentando um crescimento exponencial, com clientes mais jovens particularmente interessados em identificar produtores sustentáveis. 

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -