Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Dias Toffoli classifica STF como ‘editor de um país inteiro’

Tarciso Morais

Tarciso Morais

COAF enfrenta paralisia após decisão de Dias Toffoli
Imagem: ROSINEI COUTINHO/SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL/STF
COMPARTILHE

“Somos editores de um país inteiro, de uma nação inteira, de um povo inteiro”, diz Toffoli.

O ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou, na última terça-feira (28), que o Judiciário atua como um “editor de uma nação inteira”.

A declaração foi feita ao comentar sobre o controverso inquérito das fake news, que é responsável por suspender das redes sociais diversos aliados do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Em conferência virtual, segundo o site Poder360, Toffoli usou como exemplo o editor de um jornal que decide bloquear a publicação de uma notícia:

“Todo órgão de imprensa tem censura interna. Em que sentido? O seu acionista ou o seu editor, se ele verifica ali uma matéria que ele acha que não deve ir ao ar porque ela não é correta, ela não está devidamente checada, ele diz: ‘Não vai ao ar’. Aí o jornalista dele diz: ‘Mas eu tenho a liberdade de expressão de colocar isso ao ar?’. Entendeu? Não é à toa que todas as empresas de comunicação têm códigos de ética, códigos de conduta, de compromisso.”

E acrescentou:

“Nós, enquanto Judiciário, enquanto Suprema Corte, somos editores de um país inteiro, de uma nação inteira, de um povo inteiro”.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM