Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Dias Toffoli nega interferência do STF na CPI Lava Toga

Dias Toffoli nega interferência do STF na CPI Lava Toga
COMPARTILHE

Presidente do STF nega que ministros da Corte interferiram no arquivamento da CPI dos Poderes Superiores.

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o “ativismo judicial”, apelidada carinhosamente de Lava Toga, foi arquivada na noite desta segunda-feira (11) pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

Três senadores retiraram os nomes da comissão de última hora, evitando que o requerimento avançasse. A quantidade de assinaturas não foi suficiente.

Os senadores Kátia Abreu (PDT-TO), Tasso Jereissati (PSDB-CE) e Eduardo Gomes (MDB-TO) desistiram antes que a comissão fosse instalada.

Em conversa por telefone com o Estadão, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, negou qualquer envolvimento com o arquivamento da CPI Lava Toga.

Nos bastidores, conforme noticiou a RENOVA, membros do STF enxergaram as movimentações para a criação da CPI como uma estratégia do ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

Nesta terça-feira (12), após almoçarem juntos em Brasília, no restaurante Rubaiyat, Onyx e Toffoli deram uma coletiva de imprensa lado a lado e falaram de “entendimento” e “pacificação” entre os poderes.

O presidente do STF destacou a “importância de respeito de competências de cada um dos poderes”, enquanto o ministro da Casa Civil disse que o governo está construindo “uma grande aliança pelo Brasil”.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários