Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Dinamarca desiste de matar visons após mutação do coronavírus

Dinamarca desiste de matar visons após mutação do coronavírus
COMPARTILHE

2,4 milhões de animais já haviam sido sacrificados até a tarde desta segunda-feira (9).

O governo da Dinamarca voltou atrás em seu plano de matar os cerca de 17 milhões de visons por causa de uma mutação no coronavírus

A variante do Sars-Cov-2 foi transmitida dos animais para humanos, o que poderia afetar a eficácia de futuras vacinas. 

Em território dinamarquês, 214 pessoas foram infectadas em casos associados a visons desde junho, 12 dos quais pela nova variante, identificada em 5 de novembro. 

O sacrifício de todos os animais, doentes ou saudáveis, até 16 de novembro havia sido anunciado na quinta-feira (5) pela primeira-ministra, Mette Frederiksen

Parlamentares da oposição, no entanto, se recusaram a apoiar a medida, por falta de embasamento científico. 

Apesar de o governo ter voltado atrás, 2,4 milhões de animais já haviam sido sacrificados até a tarde desta segunda-feira (9), de acordo a Administração Veterinária e Alimentar do país, como noticiou o jorna Folha

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE