Dinamarca desmente que será país livre de agrotóxicos

Governo nórdico desmente boato das redes sociais de que o País terá 100% de sua produção orgânica até 2020.

A Dinamarca não terá 100% do seus alimentos orgânicos em 2020, ao contrário do que diz uma notícia bastante divulgada nas redes sociais – com ápice após o avanço na aprovação de um projeto de lei que modifica as regras do comércio de agrotóxicos no país, chamado de “PL do Veneno”.

Divulgada em blogs de sustentabilidade, a notícia, datada de 2016, diz que a Dinamarca caminha para ser um país com 100% de agricultura orgânica até 2020, segundo metas do governo.

Contatado, o Conselho Dinamarquês para Agricultura e Alimentos, que representa o setor no país, diz que a meta do antigo governo, que encerrou sua gestão em 2015, era atingir 15% da área cultivada para orgânicos e que 60% dos contratos públicos de alimentação incluíssem orgânicos, mas que o atual governo não tem uma meta específica para o setor.

Atualmente, segundo a entidade, a área cultivada de orgânicos supera os 10% e deve atingir 15% em 2020. Em 2017, a venda de orgânicos no país atingiu 13,3%.

 

Com informações da Gazeta do Povo
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia