Português   English   Español

Dirceu quer tirar o poder de investigação do Ministério Público

Dirceu quer tirar o poder de investigação do Ministério Público

Em entrevista no Piauí, Dirceu afirmou que Lava-Jato ‘se transformou num dos maiores erros do país’.

O ex-ministro petista José Dirceu criticou no sábado (29) a atuação do Ministério Público, o órgão responsável por tê-lo denunciado em diferentes investigações.

Dirceu foi condenado na Lava Jato a mais de trinta anos de prisão por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Em entrevista ao portal AZ, do Piauí, o petista afirmou que o Ministério Público se tornou “uma polícia política” e que, por causa disso, é preciso “tirar o poder de investigação” do órgão.

Dirceu afirmou:

O Supremo, em 2016, deu poder de investigação ao Ministério Público. Qual é o resultado? Agora há investigações sigilosas. Inclusive o ministro Gilmar Mendes tem criticado isso. Tem que tirar o poder de investigação do Ministério Público. O Ministério Público só é para acusar. O Ministério Público virou uma polícia política. Não há controle nenhum. E mais: uma corporação com os maiores privilégios do Brasil.

Questionado pelo jornal O Globo sobre suas críticas ao Ministério Público, o petista reafirmou a fala:

Não falei nada extraordinário. Não estou querendo impedir que o MP atue na Lava-Jato. Estou discutindo em geral. O MP não pode investigar e acusar.

A nova declaração de Dirceu aconteceu um dia após a publicação de controversa entrevista ao jornal El País. Durante a conversa com o periódico, o ex-ministro deixou claro que o plano do PT é “tomar o poder”.

Deixe seu comentário

Veja também...