Português   English   Español

Direita da Alemanha buscará reformulação ou saída da União Europeia

Direita da Alemanha buscará reformulação ou saída da União Europeia

A direita da Alemanha se prepara para romper um novo tabu no país durante um congresso que começa nesta sexta-feira (11).

O partido direitista Alternativa para a Alemanha (AfD) iniciará uma campanha para uma reformulação da União Europeia durante o congresso desta sexta-feira (11).

O assunto será debatido pelos delegados do partido, que é rotulado pela grande mídia como “extrema direita”. Eles ficarão reunidos até segunda-feira (14), em Riesa, na região da Saxônia, um de seus redutos eleitorais.

O objetivo do congresso é desenvolver a estratégia a adotar para as eleições do Parlamento Europeu, realizadas no dia 26 de maio.

Registrando vitórias políticas importantes nos últimos três anos, a AfD se tornou, em 2017, o principal partido da oposição na Câmara dos Representantes, fazendo frente aos conservadores de Angela Merkel e aos social-democratas.

O movimento nascido em 2013 se fez conhecido por sua rejeição do euro na Alemanha. No entanto, sobre a saída da UE, seus membros hesitam ainda em ir longe demais diante de uma opinião alemã majoritariamente pró-europeia.

Segundo a “AFP“, o esboço do programa eleitoral de 58 páginas que será posto em votação na segunda-feira acusa a UE de “se tornar uma estrutura não democrática (…) concebida por burocracias pouco transparentes e descontroladas”.

Exige reformas profundas até 2024, quando chega ao fim a próxima legislatura europeia, e adverte que, caso contrário, “uma retirada da Alemanha ou uma dissolução ordenada da União Europeia (…) são necessárias”.

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Assine nossa newsletter...

Inscreva seu e-mail para receber atualizações diárias com as últimas notícias do Brasil e do mundo.

Fique tranquilo(a), assim como você, odiamos spam :) Você poderá remover seu e-mail a qualquer momento.

Deixe seu comentário...

Veja também...