- PUBLICIDADE -

Direita da Alemanha critica possível inclusão da Turquia na UE

- PUBLICIDADE -

Alice Weidel, co-líder do partido direitista Alternativa para Alemanha (AfD), falou contra as negociações da União Europeia sobre uma potencial adesão da Turquia ao bloco.

“A economia e o livre comércio serão confundidos com política e direitos humanos”, disse Weidel em um post no Facebook.

A direitista continuou:

Após a renovação da confirmação do caminho de ‘Erdogan nas últimas eleições, o fim imediato das negociações de adesão de Ancara na UE está atrasado. A ideia de fazer com que uma ditadura islâmica autoritária seja um membro da UE é um absurdo.

Alice Weidel também disse que as críticas da Áustria às negociações de adesão da Turquia devem ser apoiadas:

A atitude consistente do Governo austríaco nesta questão merece, portanto, total apoio. A Alemanha e a UE devem ser honestas em relação à Turquia. O chamado ‘acordo de refugiados’ é de uso duvidoso, mas abre espaço para chantagem contra Bruxelas e Berlim. Este acordo deve, portanto, ser rescindido.

 

Traduzido e adaptado de Voice of Europe

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -