Direita da Espanha reúne milhares em Madri contra premiê socialista

Idiomas:

Português   English   Español
Direita da Espanha reúne milhares em Madri contra premiê socialista
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Milhares de pessoas foram às ruas de Madri, neste domingo (10), em protesto contra o premiê socialista Pedro Sánchez (PSOE), o qual acusam de “trair” a Espanha por dialogar com os separatistas catalães.


Em meio a um mar de bandeiras espanholas, milhares de pessoas reuniram-se na praça de Colón e em seus arredores. A exigência dos manifestantes era a convocação de eleições legislativas antecipadas, sem esperar o fim da legislatura, em meados de 2020.

O ato acontece a dois dias do início, em Madri, do histórico julgamento de 12 líderes separatistas catalães pela frustrada tentativa de secessão da Catalunha em 2017.

“O tempo do governo Sánchez já passou”, disse Pablo Casado, líder do Partido Pouplar, em uma concentração marcada por gritos de “Sánchez renúncia”.

Siga a RENOVA no TWITTER e acompanhe todas as notícias em tempo real.

Também participaram do ato o peruano Nobel de Literatura, Mario Vargas Llosa, e Manuel Valls, ex-primeiro-ministro francês e candidato à prefeitura de Barcelona.

“Estamos aqui para dizer ‘não’ ao separatismo e ‘sim’ para a Espanha”, afirmou o presidente do paritdo Cidadãos, Albert Rivera, enquanto o líder do Vox, Santiago Abascal, denunciou “a traição de um governo ilegítimo e um governo mentiroso, apoiado pelos inimigos da Espanha”.

Esta semana, PP, Cidadãos e Vox se rebelaram contra Sánchez, ao saberem que ele propôs nomear um relator independente para organizar e coordenar um futuro diálogo entre partidos políticos na Catalunha, registra a ISTOÉ.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

Veja também...