Direita da Itália recupera várias cidades da esquerda

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Liderada pelo partido Liga, a coalizão de direita na Itália conseguiu no domingo (25) várias vitórias eleitorais no segundo turno das eleições locais, recuperando cidades importantes tradicionalmente controladas pela esquerda.

O Partido Democrata (PD, centro-esquerda) perdeu cidades que dirigia há décadas na Toscana “vermelha”: Pisa, Massa e Siena.

Nas três cidades, venceram candidatos da coalizão de direita que reúne, além da Liga, a Forza Italia (FI) e Fratelli d’Italia (FDI).

Na região de Emília-Romana, o Movimento 5 Estrelas (M5S, antissistema) se impôs na cidade de Imola, controlada pela esquerda há 73 anos. O M5S também se impõe na cidade de Avellino, na região da Campânia, no sul do país, mas perde Ragusa, na Sicília.

No total, a coalizão de direita, que dirigia três cidades antes dessas eleições locais parciais, controla 11 agora, enquanto a esquerda passa de 17 para apenas cinco municípios, levando-se em conta apenas as principais cidades em disputa.

 

Com informações do BOL

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.