Diretor do FBI diz que sociedade chinesa é uma ameaça aos EUA

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O diretor do FBI, Christopher Wray, emitiu a advertência sobre a crescente influência da China durante uma audiência do Comitê de Inteligência do Senado na terça-feira (13/02).

O diretor do FBI reiterou uma visão comum entre os oficiais de inteligência dos EUA de que a China está buscando se tornar uma superpotência global através da utilização de meios não convencionais.

Christopher Wray alertou para uma variedade de maneiras pelas quais a China estava implementando este plano que, segundo ele, pode ser classificado como uma ameaça governamental e social para os Estados Unidos.

Falando perante o Comitê de Inteligência do Senado junto com os chefes de outras agências de inteligência do país, Wray disse que para minar o poder militar, econômico, cultural e de informação dos EUA em todo o mundo, a China estava usando uma ampla gama de métodos.

“Uma das coisas que estamos tentando fazer é enxergar a ameaça da China não apenas como uma ameaça governamental, mas uma ameaça de toda a sociedade. E, eu acho que nós vamos precisar de uma resposta de toda a sociedade”, disse o diretor do FBI.

Relatórios recentes sugeriram que, enquanto o Instituto Confúcio da China assume o papel de centro de aprendizagem de língua, ele geralmente serve como veículo para a propaganda chinesa em universidades de todo o mundo, incluindo na América.

 

Com informações de: [BI]

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.