Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Disney agradece Partido Comunista Chinês em créditos de filme

A Disney há muito tenta apaziguar o Partido Comunista Chinês para obter acesso ao mercado de lá.

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Disney agradece Partido Comunista Chinês em créditos de filme
COMPARTILHE

A Disney oferece um agradecimento especial a quatro departamentos de propaganda do Partido Comunista Chinês (PCCh) nos créditos do seu novo filme “Mulan“.

Um escritório de segurança pública na região de Xinjiang, onde mais de um milhão de muçulmanos da minoria uigur foram presos em campos de concentração, também foi alvo dos agradecimentos da Disney.

O estúdio norte-americano revelou recentemente que algumas cenas do remake de live action do seu filme de animação de 1998 foram filmadas na região.

O agradecimento da empresa é feito a entidades que estiveram diretamente envolvidas na operação ou promoção de campos de “reeducação” em massa, inclusive a comissão de propaganda do PCC em Xinjiang, que vendeu desinformação para justificar os campos de detenção, destaca o jornal Gazeta do Povo.

O filme se refere a Xinjiang nas legendas como “noroeste da China”, em um reflexo da propaganda do governo chinês de que a província “pertence à China desde os tempos antigos”. 

Os habitantes da região têm laços culturais com os povos das estepes da Mongólia e há muito reivindicam a independência da China. O filme não tem nenhum personagem da minoria uigur, uma das mais perseguidas pelo regime comunista.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.