Português   English   Español

Ditador cubano critica prisão de Lula em discurso na ONU

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Díaz-Canel expôs também o continuísmo de seu regime das ideias comunistas de Fidel Castro e pediu o fim do embargo dos Estados Unidos à ilha.

O ditador cubano, Miguel Díaz-Canel, usou seu primeiro discurso na Assembleia Geral da ONU nesta quarta-feira (26) para, entre outros temas, denunciar a prisão do ex-presidente Lula.

Ele criticou a decisão da Justiça brasileira de “impedir o povo de votar e eleger à presidência o líder mais popular do Brasil”.

Em sua fala, o ditador de Cuba também se posicionou contra as tentativas de intervenção na Venezuela, para derrubar o seu companheiro comunista Nicolás Maduro.

O cubano declarou:

Rechaçamos as tentativas de intervenção e as sanções contra a Venezuela, que buscam asfixiar o país economicamente e prejudicar as famílias venezuelanas.

 

Adaptado da fonte Estadão

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Deixe seu comentário

Veja também...

Anunciante
e-consulters
Parceiro

Assine nossa Newsletter!

Preencha o formulário para assinar.

Nome Email
newsletter

Últimas publicações