Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Ditador de Belarus toma posse em cerimônia secreta

Tarciso Morais

Tarciso Morais

“Não tenho o direito de abandonar os bielorrussos”, disse o ditador ao tomar posse.
COMPARTILHE

“Não tenho o direito de abandonar os bielorrussos”, disse o ditador ao tomar posse.

O ditador Aleksandr Lukashenko, 66 anos, tomou posse, nesta quarta-feira (23), após sair vitorioso em um pleito no mês passado apontado por opositores como fraudado. 

A posse acontece em evento não anunciado previamente nem transmitido ao vivo, como haviam sido todas as posses presidenciais na Belarus desde o colapso da União Soviética, nos anos 1990.

De acordo com a imprensa local, cerca de 700 convidados foram trazidos de ônibus para a “cerimônia secreta”.

Desde que foi anunciado o resultado oficial da eleição que deu 80% dos votos a Lukashenko, na noite de 9 de agosto, milhares de pessoas têm protestado quase todos os dias.

A população pede a renúncia do ditador, que está no poder há 26 anos, e a realização de novas eleições.

Lukashenko disputou e venceu todas as eleições do país desde 1994. Apenas a primeira delas foi considerada livre e justa. 

Na posse, ele repetiu que não deixaria o cargo, como pedem tanto seus opositores quanto líderes da União Europeia.

“Não tenho o direito de abandonar os bielorrussos, que me confiaram não só o curso do Estado mas também o seu destino, o futuro dos seus filhos”, afirmou o ditador.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram