Português   English   Español

Ditador Ortega declara ilegais os protestos na Nicarágua

Ditador Ortega declara ilegais os protestos na Nicarágua

Manifestar-se na Nicarágua já é um crime. O regime liderado com mão de ferro pelo esquerdista Daniel Ortega determinou nesta sexta-feira (28) por meio de comunicado divulgado pela Polícia Nacional, a proibição de protestos que exijam sua renúncia.

Daniel Ortega também ameaça processar aqueles que organizarem novas manifestações.

Para as autoridades do país centro-americano, imerso em sua pior crise política desde o fim da guerra civil dos anos 80, os protestos são “ilegais” e uma ameaça à paz e à segurança.

Nos últimos meses, a violência causou a morte de 326 pessoas, segundo a Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH). A maioria era de civis que morreram na repressão desencadeada pelo Estado.

Esta última decisão é uma tentativa desesperada do regime de deter o movimento social que desde abril exige o fim de 11 anos de governo autoritário, durante os quais Ortega assumiu o controle dos poderes e instituições do Estado e instaurou um regime familiar com o objetivo de formar uma nova dinastia na Nicarágua.

 

Adaptado da fonte El País

Deixe seu comentário

Veja também...