Ditadura da Venezuela abre investigação contra jornal El Nacional

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

A ditadura da Venezuela abriu uma investigação contra o jornal El Nacional nesta terça-feira (22) por questionar a fraudulenta reeleição de Nicolás Maduro.

Em seu editorial de segunda-feira (21), intitulado “Que vergonha com Maduro!”, o jornal El Nacional chamou a eleição de domingo de “mentira”, o que irritou as autoridades da ditadura.

A Comissão Nacional de Telecomunicações (Conatel) iniciou um “procedimento administrativo sancionatório” contra o jornal por “espalhar mensagens que desconhecem as autoridades legitimamente constituídas”, segundo um comunicado.

De acordo com informações da Isto É:

A Conatel, que não especificou as autoridades referidas, emitiu uma “medida cautelar” ordenando que o site “se abstenha de publicar notícias e mensagens que possam atentar contra a tranquilidade dos cidadãos”.

“Ratificamos nosso compromisso com a Venezuela, nossa luta é pela verdade!” – publicou El Nacional em sua conta no Twitter diante o anúncio da Conatel, que lhe deu um prazo de 10 dias úteis para a defesa.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.