Ditadura da Venezuela continua fechando veículos de imprensa

Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Dez veículos de comunicação da Venezuela foram fechados ou demitiram seus funcionários após as reformas econômicas do ditador Nicolás Maduro.

“As medidas econômicas ameaçam destruir a mídia venezuelana. Pelo menos dez veículos de imprensa anunciaram seu fechamento ou a demissão de seus funcionários”, afirmou nesta quinta-feira (30) o Sindicato dos Trabalhadores da Imprensa (SNTP) pelo Twitter.

Sete jornais e uma estação de rádio local fecharam, dois jornais regionais demitiram seus funcionários ou tentam continuar publicando as informações em uma versão digital.

A SNTP também afirma que o jornal “El Universal”, um dos mais antigos e de maior circulação no país, anunciou aos seus funcionários que não poderá continuar a pagar os salários.

 

Adaptado da fonte RFI
Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Isso também pode te interessar

Deixe seu comentário

Anunciante
e-consulters
Parceiro

Assine nossa Newsletter!

Preencha o formulário para assinar.

Nome Email
newsletter

Últimas publicações