Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Ditadura da Venezuela expulsa mais alta diplomata do Equador

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Ditadura da Venezuela expulsa mais alta diplomata do Equador
COMPARTILHE

A Venezuela ordenou nesta quinta-feira (18) a expulsão da mais alta representante diplomática do Equador em Caracas.

A atitude foi tomada em reciprocidade à medida adotada em Quito contra a embaixadora da Venezuela por considerar “ofensivos” os comentários da ditadura de Nicolás Maduro ao presidente Lenín Moreno.

O regime venezuelano “se vê obrigado a tomar medida recíproca contra a Encarregada de Negócios do Equador na Venezuela, Elizabeth Méndez, que é declarada persona non grata e tem 72 horas para deixar o país”, afirmou a nota oficial.

O documento destaca que a Venezuela “não pode mais do que rechaçar a sistemática intromissão em seus assuntos” por parte do presidente equatoriano, como também a expulsão de sua embaixadora em Quito, Carol Delgado, que tem 72 horas para abandonar o país.

O Equador, forte aliado do chavismo durante o governo de Rafael Correa (2007-17), chamou Méndez para consultas, conforme noticiado pela Renova Mídia.

Adaptado da fonte AFP
- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram