- PUBLICIDADE -

Ditadura da Venezuela prende general por envolvimento com “atentado”

- PUBLICIDADE -

Um general da Força Armada da Venezuela foi detido sob acusação de participar de um suposto atentado contra o ditador Nicolás Maduro, informou nesta terça-feira (14) o procurador-geral Tarek William Saab.

O procurador-geral da ditadura da Venezuela afirmou à imprensa:

Ontem, segunda-feira, 13 de agosto, foram apresentados (ante um juiz) o cidadão Juan Requesens, o coronel Pedro Javier Zambrano Hernández e o general de divisão da Guarda Nacional Bolivariana, Alejandro Pérez Gámez.

Até o momento, já são 14 os detidos de um total de 34 supostos envolvidos na detonação de dois drones carregados de explosivos em 4 de agosto, durante uma parada militar pelo aniversário da Guarda Nacional em Caracas, na presença de Nicolás Maduro.

Todos os presos já foram apresentados e acusados ante um tribunal.

O procurador não descartou que haja mais prisões.

 

Adaptado da fonte AFP
PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -