Ditadura de Belarus prende editora-chefe de jornal independente

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Jornal foi acusado por Belarus de violar “gravemente a ordem pública”.

A ditadura de Belarus derrubou, nesta quarta-feira (18), mais um veículo independente de imprensa, a BelaPan, e prendeu alguns de seus membros.

Desde a manhã de hoje, saíram do ar os sites da BelaPan em inglês e em russo.

A editora-chefe da agência noticiosa, Irina Levshina, e o ex-diretor Dmitri Novozhilov foram interrogados e encarcerados em Akrestina, uma prisão localizada em Minsk.

Este presídio foi palco de tortura e espancamento após a controversa eleição presidencial de agosto de 2020.

Levshina e Novoshilov ficarão na cadeia inicialmente por 72 horas, prazo pelo qual a legislação bielorussa permite detenção sem acusação.

De acordo com o editor-chefe-adjunto, Alyaksandr Zaitsev, o site está sendo investigado criminalmente por “organização de ações que violam gravemente a ordem pública”.

Zaitsev não foi detido, mas teve que assinar um compromisso de se apresentar na delegacia. 

A casa de Zaitsev foi revistada por sete agentes durante cerca de uma hora e celular, computador e tablet foram confiscados, destaca o jornal Folha.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.