Ditadura de Cuba pode abrir as portas para casamento gay

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Ativistas dos direitos LGBT permanecem cautelosos sobre a real implementação da medida.

A ditadura comunista em Cuba publicou, nesta quarta-feira (15), o projeto de um novo código de família que pode abrir as portas para o casamento gay se aprovado.

Após uma celebração comedida, ativistas dos direitos LGBT permanecem cautelosos sobre a real implementação da medida.

O novo código define o casamento como “união voluntária de duas pessoas” sem especificar o gênero, em oposição à definição atual de “união de um homem e uma mulher“.

O projeto ainda precisa ir a um debate, e então receberá emendas para levar em consideração as opiniões dos cidadãos antes de seguir para um referendo.

Enquanto isso, segundo a agência Reuters, ativistas temem que a comissão encarregada da medida possa ceder à pressão de grupos religiosos e daqueles que preferem a cultura do machismo tradicional.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.