Português   English   Español

Ditadura de Cuba prende artistas antes de protesto contra censura

Vários artistas foram detidos em Havana ao tentarem organizar um protesto contra um novo decreto da ditadura comunista de Cuba.

Segundo os artistas, o novo decreto arrisca restringir a criatividade e aumentar a censura da cultura em Cuba.

Tania Bruguera, a mais conhecida do grupo, foi detida por agentes ao sair de casa pela manhã de segunda-feira (3).

Segundo a mãe da especialista em performances, Argelia Fernández, a detenção ocorreu antes de a filha ir ao Ministério da Cultura do país, local marcado para a manifestação.

Publicado em julho, o texto proíbe artistas, sejam eles músicos ou pintores, de “oferecer os seus serviços” em espaços públicos, incluindo casas de espetáculo privadas, sem autorização governamental, registra o jornal O Globo.

Tania, que já havia sido detida no passado por criticar publicamente a ditadura cubana, foi liberada na noite de segunda-feira, segundo Fernández. A artista decidiu ir direto para o ministério em protesto contra a detenção de colegas.

A artista foi detida novamente na noite do mesmo dia, segundo Iris Ruiz, atriz e coordenadora da campanha contra o decreto, um dos primeiros textos legislativos a serem assinados pelo sucessor de Raúl Castro no comando de Cuba, Miguel Díaz-Canel, que assumiu o poder em abril.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter