- PUBLICIDADE -

Ditadura eleva repressão na Nicarágua antes das eleições

- PUBLICIDADE -

Candidatos ligados à direita estão sendo perseguidos na Nicarágua.

Poucos meses antes da próxima eleição no país, a ditadura da Nicarágua tem elevado a repressão para garantir que Daniel Ortega permaneça mais cinco anos no poder. 

Prisão de opositores, proibição de protestos e limitação de partidos políticos indicam que Ortega está “disposto a usar meios radicais para permanecer no poder”, diz reportagem publicada, nesta segunda-feira (7), pelo jornal Gazeta do Povo.

Na última semana, a polícia nicaraguense prendeu dois pré-candidatos à presidência da oposição: 

  • Cristiana Chamorro, jornalista;
  • Arturo Cruz, candidato pela Aliança Cidadã pela Liberdade, uma coalizão de partidos de direita.

Nos últimos anos, Ortega vem enfrentando uma crise política detonada por protestos em massa contra medidas da ditadura.

Os protestos deixaram 328 mortos e milhares de exilados, de acordo com a Comissão Interamericana de Direitos Humanos. 

No entanto, apesar do repúdio internacional, Ortega classificou os protestos como uma fracassada tentativa de golpe apoiada pelos Estados Unidos.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -