Português   English   Español

Ditadura Maduro convoca marcha contra ‘imperialismo norte-americano’

A ditadura de Nicolás Maduro convocou uma marcha contra o “imperialismo”, após uma reportagem do NY Times sobre supostas reuniões entre membros da Casa Branca e militares da Venezuela.

O objetivo do encontro seria desenvolver um complô para derrubar o regime chavista. Segundo o jornal americano, o plano foi abortado.

A marcha está agenda para a próxima terça-feira (11).

Diosdado Cabello, líder da Assembleia Constituinte, denunciou a suposta ação americana neste domingo (9):

O imperialismo, o governo dos Estados Unidos, reconhece ter se reunido pelo menos três vezes com militares golpistas para dar um golpe de Estado.

Durante um ato do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), Cabello aproveitou para vincular esses contatos à explosão de drones em 4 de agosto durante parada militar liderada por Nicolás Maduro.

O chavista Cabello acrescentou:

O magnicídio frustrado foi dirigido pelo imperialismo, quem tem dúvidas?

Segundo o The New York Times, após as reuniões, as autoridades dos Estados Unidos decidiram não agir.

O jornal não liga esses encontros ao caso dos drones. A oposição da Venezuela classifica este suposto atentado como uma armação da ditadura socialista de Maduro.

Adaptado da fonte AFP

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter