- PUBLICIDADE -

Ditadura Maduro diz que crise migratória é encenação

- PUBLICIDADE -

Parlamentar mais importante da ditadura chavista, Diosdado Cabello diz que cenas de venezuelanos deixando o país são encenações que visam desestabilizar a Venezuela.

O presidente da Assembleia Nacional da Venezuela, Diosdado Cabello, afirmou que as imagens de venezuelanos migrando para países vizinhos são encenações, feitas para desprestigiar a ditadura de Nicolas Maduro.

A declaração foi dada na segunda-feira (27) em um discurso no congresso do Partido Socialista Unido de Venezuela, PSUV, a legenda de Maduro.

O discurso foi divulgado pela emissora venezuelana El Nacional e reproduzido pela emissora colombiana Caracol.

Cabello declarou:

Não parece suspeito que há fotos [dos migrantes] no Peru, caminhando pelo acostamento de uma estrada; no Equador, caminhando pelo acostamento; na Colômbia, caminhando pelo acostamento? Parece que foi ‘Luz, Câmera, Ação’ […] É uma campanha contra nosso país.

A crise migratória na Venezuela já é considerada pelo secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, “a maior crise humanitária que o continente já viu, que vem gerando o maior êxodo nas Américas”.

Estima-se que há 2,3 milhões de venezuelanos vivendo no exterior. Destes, nove entre dez buscam asilo em países vizinhos para fugir das desumanas condições de vida em seu país.

Confira a declaração do parlamentar no vídeo abaixo:

https://youtu.be/nN3JLXRrMZ0

Adaptado da fonte Opinião e Notícia

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -