Ditadura Maduro em ação contra “golpe” promovido por traidores

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Forças de segurança da ditadura Maduro estão se movimentando para conter um “pequeno golpe” promovido por “traidores”.

O presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, afirmou na manhã desta terça-feira (30) que se encontra com os principais unidades militares das Forças Armadas e que deu início à fase final do que ele chama de “Operação Liberdade”.

“As Forças Armadas Nacionais tomaram a decisão certa, contaram com o apoio do povo da Venezuela, com o endosso de nossa constituição, com a garantia de estar do lado certo da história”, afirmou Guaidó em transmissão ao vivo pelo Twitter.

Também nesta manhã, um dos principais líderes da oposição ao chavismo, Leopoldo López, foi libertado da prisão domiciliar por militares leias a Guaidó. Ele está na base aérea La Carlota, na capital Caracas, ao lado de Guaidó e de militares anti-Maduro, como noticiou a RENOVA.

A ditadura de Nicolás Maduro afirmou que está em ação contra uma pequena tentativa de golpe promovida por militares “traidores” ligados à oposição, segundo a agência AP.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.