- PUBLICIDADE -

Ditadura Maduro insinua que EUA vão tentar matar Guaidó

Ditadura Maduro insinua que EUA vão tentar matar Guaidó

- PUBLICIDADE -

O presidente da Assembléia Constituinte, Diosdado Cabello, afirmou que a segurança do presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, está nas mãos dos Estados Unidos.

Durante uma manifestação no estado de Lara em apoio ao ditador Nicolás Maduro, o parlamentar Diosdado Cabello alertou sobre possíveis ataques para culpar o regime chavista pela violência.

Segundo o jornal colombiano “NTN24“, Cabello alertou:

“Se há alguém responsável caso algo aconteça a Guaidó, é o mesmo imperialismo que tem seus planos, eles são falsos positivos para culpar os venezuelanos.”

E, mencionando as palavras do conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos, John Bolton, o chavista acrescentou:

“Bolton avisou que Guaidó estava em perigo.”

Ele também negou a existência de mortes durante manifestações da oposição:

“Nós não matamos ninguém. Agora o mundo dizem que há mortos em protestos.”

Segundo o último relatório publicado pelas Nações Unidas, pelo menos 40 pessoas morreram nos últimos dias de protestos na Venezuela, conforme noticiou a RENOVA.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -