Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Ditadura Maduro posiciona mísseis antiaéreos em Caracas

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Ditadura Maduro posiciona mísseis antiaéreos em Caracas
Imagem: Reprodução/Twitter

O reposicionamento das baterias para um região de intenso tráfego aéreo pode ser algo perigoso.

A ditadura de Nicolás Maduro, na Venezuela, posicionou, nesta terça-feira (11), uma unidade de mísseis antiaéreos perto da capital Caracas.

Andrei Serbin Pont, da consultoria Cries, declarou:

“Pode ser uma necessidade de mostrar força. Em breve, terão início alguns exercícios militares que estavam programados. Além disso, o presidente interino Juan Guaidó retornou à Venezuela nesta terça.”

Juan Guaidó, reconhecido por mais de 50 países como líder legítimo da Venezuela, foi agredido por militantes pró-Maduro ao desembarcar no aeroporto da capital do país, como noticiou a RENOVA.

Em conversa com a revista Crusoé, o analista Serbin Pont destacou que o posicionamento das baterias antiaéreas aumenta o risco de acidentes:

“A distribuição dessas baterias pode ser algo perigoso, porque pode levar a situações como a da queda do avião ucraniano perto de Teerã, no Irã, em janeiro.”

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email