- PUBLICIDADE -

Ditadura Maduro segue prendendo jornalistas na Venezuela

Ditadura Maduro segue prendendo jornalistas na Venezuela

- PUBLICIDADE -

Capangas do ditador Nicolás Maduro prenderam quatro jornalistas, dois deles de nacionalidade chilena, nas cercanias do Palácio de Miraflores, sede da Presidência da Venezuela.

A denúncia foi feita nesta quarta-feira (30) pelo Sindicato Nacional de Trabalhadores da Imprensa (SNTP).

De acordo com o SNTP, os jornalistas chilenos presos são Rodrigo Pérez e Gonzalo Barahona, ambos funcionários da emissora de televisão “TVN“.

Além dos chilenos, também foram detidos os jornalistas venezuelanos Maiker Yriarte e Ana Rodríguez, do canal online “VPI“.

Acredita-se que os jornalistas cobriam a vigília em defesa do ditador Nicolás Maduro, convocada pelo Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV) na semana passada, e que teve uma adesão vergonhosa da população.

De acordo com a agência “EFE“, o “VPI” qualificou em comunicado como “arbitrária” a detenção e afirmou que os quatro jornalistas “estavam no exercício das suas funções” quando ocorreram os fatos.

Nesta terça-feira (30), o jornalista brasileiro Rodrigo Lopes, do jornal “Zero Hora” também ficou retido por algumas horas, conforme noticiou a RENOVA.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -