Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

DJ preso pela PF diz que hacker Delgatti era ‘simpatizante do PT’

DJ preso pela PF diz que hacker Delgatti era 'simpatizante do PT'
COMPARTILHE

O DJ Gustavo Santos nega ter cometido golpes ou fraude. Segundo ele, Delgatti queria vender o conteúdo para o PT.

Três dos suspeitos de conexão com a invasão do aplicativo Telegram do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e de outras autoridades falaram sobre a relação com Walter Delgatti Neto.

Preso pela Polícia Federal (PF), Delgatti, conhecido como “Vermelho”, confessou ter obtido conversas de procuradores da Lava Jato e repassado ao militante Glenn Greenwald, editor e cofundador do site panfletário Intercept.

O DJ Gustavo Henrique Elias Santos, preso ao lado de sua mulher Suelen Priscila de Olivera, diz que foi hackeado por Walter e que desconhece a fonte de renda dele.

Gustavo também afirma que nunca realizou “nenhum tipo de golpes ou fraudes bancárias”.

Além de atuar como DJ, Gustavo diz que trabalha com criptomoedas e que possui várias carteiras de bitcoin, mas se reservou ao direito não informar o total à PF. Questionado sobre a senha e chaves de acesso das contas, se manteve em silêncio.

Gustavo afirma que Delgatti era “simpatizante do Partido dos Trabalhadores” e que ele disse que iria vender o conteúdo das contas do Telegram de autoridades ao partido,

Ele também afirmou que toda a movimentação de dinheiro que possui teve como origem a venda de veículos e de bitcoins, além da promoção de festas e eventos que promoveu.

O valor em espécie, de R$ 99 mil, “foi acumulado ao longo dos anos como lucro de suas aplicações”.

O DJ acrescentou que movimentou recursos no nome de Suelen e disse que ela não sabia de suas atividades comerciais ou negócios.

Suelen Priscila de Olivera, mulher de Gustavo, diz que não sabia de nada, mas confirma informações do marido.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE