Português   English   Español

Dois países líderes em inovação querem ser parceiros do Brasil

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Israel e Nova Zelândia buscam combinar suas soluções inovadoras e tecnológicas com a capacidade brasileira de produzir em larga escala.


Em termos de área, os dois países somados têm cerca de 300 mil km², tamanho um pouco menor do que o estado do Maranhão.

Juntas, as populações alcançam 13 milhões de pessoas, apenas 2 milhões a mais do que o Paraná.

Mas quando o assunto é inovação e tecnologia, os comparativos diminutivos desaparecem. Para o setor mais pujante da economia brasileira, o agronegócio, Nova Zelândia e Israel oferecem parcerias que prometem extrapolar em benefícios a proporcionalidade das estatísticas.

Tanto Nova Zelândia como Israel ainda têm números modestos no comércio bilateral com o Brasil.

Os negócios entre Brasil e Israel, nos sete primeiros meses deste ano, chegaram a US$ 750 milhões, com um déficit de US$ 342 milhões para o lado brasileiro. Já nas relações comerciais com a Nova Zelândia, as trocas alcançaram valor de apenas US$ 70 milhões, novamente com déficit para o lado de cá, de US$ 2,69 milhões. Os dados são do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

Com informações da Gazeta do Povo

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...