Dominância do peixe-leão no Oceano Atlântico preocupa especialistas

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

A destruição causada pelo peixe-leão preocupa cientistas. Com um apetite voraz, a espécie domina o Atlântico.

O peixe-leão é um dos maiores invasores das águas dos Estados Unidos e têm causado um desequilíbrio ecológico no Oceano Atlântico.

Os ecossistemas da costa leste norte-americana até o Golfo do México são os mais afetados pelo apetite voraz desta espécie.

Como o peixe-leão é uma espécie criada tradicionalmente em aquários, ele acaba não sendo reconhecido por outros peixes como uma ameaça.

Desde os anos 2000, a espécie tem se espalhado não apenas pelo Atlântico, mas conquistado também o Golfo do México e o Mar do Caribe.

Diversos cientistas e empresas estão trabalhando para conter os peixes-leão. São utilizadas armadilhas para capturá-los, baseadas em inteligência artificial para detectar os peixes, informa a revista Galileu.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.