- PUBLICIDADE -

Dona de casa é presa por usar ‘deep fake’ contra adolescentes

Dona de casa é presa por usar ‘deep fake’ contra adolescentes
- PUBLICIDADE -

Norte-americana criou ‘deep fake’ de colegas da filha para expulsá-las de uma equipe.

Raffaela Marie Spone, de 50 anos, está enfrentando acusações criminais nos Estados Unidos por intimidação e assédio a três adolescentes.

As meninas eram colegas da filha dela em uma academia de líderes de torcida no Estado norte-americano da Pensilvânia.

Spone enviou vídeos falsos que usam técnicas de inteligência artificial para inserir os rostos de pessoas em gravações. Esse tipo de conteúdo é mais conhecido como “deep fake”.

Além de ter fabricado fotos e vídeos comprometedores das garotas, a mulher chegou a enviar mensagens incitando o suicídio.

Em um dos vídeos repugnantes, as colegas da filha de Spone aparecem nuas, com bebidas e cigarros nas mãos.

A norte-americana queria que as vítimas fossem expulsas da equipe de animadoras de torcida da qual sua filha fazia parte.

Agora, Spone enfrenta três acusações de assédio cibernético de uma criança, além de três outras acusações de assédio. 

A acusada foi presa pelas autoridades, mas liberada com a condição de que comparecesse a uma audiência preliminar em 30 de março.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -