Donald Trump acusa redes sociais de interferência eleitoral

Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, acusou empresas de redes sociais de interferirem na eleição parlamentar de meio de mandato deste ano.

Em entrevista ao jornal Daily Caller publicada nesta quarta-feira (5), Trump disse que as redes sociais são “super liberais”, isto é, mais inclinadas à esquerda.

Referindo-se a tais empresas, entre elas Facebook e Twitter, Donald Trump disse ao veículo de imprensa que “acho que elas têm” interferido na votação de 8 de novembro.

A acusação do presidente dos Estados Unidos se somou a outras recentes, nas quais acusou empresas de redes sociais e mecanismos de busca de mostrarem um viés político contra ele —o que Google e outras companhias de tecnologia negam.

“A verdadeira interferência na última eleição foi essa —se você olhar para todas, virtualmente todas estas empresas são super liberais a favor de Hillary Clinton”, acrescentou, referindo-se à sua adversária democrata na disputa de 2016 pela Casa Branca.

 

Adaptado da fonte Reuters
Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Isso também pode te interessar

Deixe seu comentário

Anunciante
e-consulters
Parceiro

Assine nossa Newsletter!

Preencha o formulário para assinar.

Nome Email
newsletter

Últimas publicações