Português   English   Español

Dono da Havan anuncia boicote contra empresas ligadas à Folha

Empresário foi alvo de uma reportagem do jornal pouco antes da eleição, processou a empresa e agora anuncia boicote também a empresas ligadas ao Grupo Folha, como a rede PagSeguro.

Apoiador do presidente eleito Jair Bolsonaro, o empresário Luciano Hang, dono da rede varejista Havan, declarou guerra ao Grupo Folha, que edita o jornal Folha de S. Paulo.

Após ser alvo de uma reportagem que afirmou que ele patrocinava mensagens anti-PT pelo WhatsApp – algo que ele nega -, Hang processou a empresa e pediu uma indenização de R$ 2 milhões à Justiça, conforme noticiou a Renova Mídia.

Agora, o empresário pretende ir além.

Em artigo enviado a inúmeros veículos de comunicação, Hang afirmou que a Havan não fará “jamais” anúncios na Folha de S. Paulo, nem no portal UOL – que é controlado pelo jornal. Ele também afirmou que não produzirá materiais na Gráfica Plural, pesquisas no Instituto Datafolha e compras com as máquinas PagSeguro.

No artigo, segundo o Boletim da Liberdade, o dono da Havan afirmou:

Em países desenvolvidos, os veículos de comunicação declaram a quem apoiam, assim a população sabe que notícia que está lendo e é livre para escolher o que ler. Já, aqui no Brasil, a mídia é hipócrita, se diz isenta, mas veículos como a Folha de São Paulo militam para partidos socialistas mentindo para a população descaradamente. São tendenciosos e ideológicos. Uma ideologia enrustida. Um verdadeiro ataque à democracia.

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Deixe seu comentário

Veja também...