Doria acusa Bolsonaro de populismo

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“Gestão se faz com responsabilidade, não com populismo. É preciso ter cuidado”, diz Doria.

João Doria, governador de São Paulo, criticou, nesta quarta-feira (5), a postura do presidente da República, Jair Bolsonaro, que desafiou os governadores a zerarem o ICMS sobre combustíveis.

O político do PSDB disse que a ação de Bolsonaro é “populista” e “uma tentativa de transferir a responsabilidade” para solução do problema do preço dos combustíveis para os Estados.

Em conversa com o blog do jornalista Valdo Cruz, no portal G1, Doria afirmou:

“Gestão se faz com responsabilidade, não com populismo. É preciso ter cuidado.”

E acrescentou:

Muitos Estados estão em grave crise fiscal e zerar o ICMS seria de uma grande irresponsabilidade. Não é responsável que Bolsonaro transfira a responsabilidade para os governadores.”

O governador de São Paulo ainda disse que outros colegas já enviaram manifestações de repúdio “ao desafio” feito pelo presidente.

Mais cedo, na saída do Palácio da Alvorada, em Brasília, em conversa com jornalistas, o presidente Bolsonaro declarou:

“Eu desafio os governadores e zero hoje o imposto federal se zerarem o ICMS. […] Eu baixei o combustível três vezes nos últimos dias e o preço não caiu na bomba.”

Falando sobre a opinião de outros governadores, Doria acrescentou ao blog que se o presidente realmente quer resolver o problema, deveria chama-los para uma conversa e negociação, e não ficar fazendo desafios públicos.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.