Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Doria nega que PMs prestaram continência a manifestantes

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Doria nega que PMs prestaram continência a manifestantes
Imagem: Reprodução/Twitter
COMPARTILHE

“É absolutamente falsa a notícia que Policiais Militares de SP prestaram continência hoje a manifestantes”, disse Doria.

João Doria, governador de São Paulo, negou, neste domingo (24), que policiais militares tenham prestado continência a manifestantes que ocuparam a Avenida Paulista em apoio ao presidente da República, Jair Bolsonaro.

A alegação foi feita nas redes sociais pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do chefe do Executivo.

“A Polícia Militar de São Paulo nunca decepciona, sempre dá o exemplo”, escreveu Eduardo, apresentando um vídeo da manifestação de hoje.

“É absolutamente falsa a notícia que Policiais Militares de SP prestaram continência hoje a manifestantes”, rebateu Doria em mensagem no Twitter.

“Os PMs prestaram continência e fizeram um minuto de silêncio nessa tarde, em homenagem ao soldado Lucas Leite, que faleceu em serviço ontem à noite na capital”, acrescentou o governador.

Em mensagem nas redes sociais, a Polícia Militar do Estado de São Paulo afirmou que seus militares “prestaram homenagem ao Soldado PM Lucas Alexandre Leite, que faleceu em serviço na noite anterior, em acidente de trânsito durante acompanhamento policial”.

“A homenagem, que é feita de maneira simultânea ao sepultamento, é tradição institucional e consiste em estacionar as viaturas disponíveis, ligar as sirenes por um minuto e prestar continência ao herói que tombou no cumprimento do dever”, acrescentou a corporação.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM