Português   English   Español

Dr. Bumbum trabalhou 15 dias no Planalto durante governo Lula

O médico nunca fez parte do corpo funcional da Presidência da República, mas atendeu na Clínica Geral da Presidência após ter sido cedido pelo Hospital das Forças Armadas de Brasília.

O médico Denis César Barros Furtado, conhecido como Dr. Bumbum, trabalhou por 15 dias no Palácio do Planalto entre setembro e outubro de 2008, durante o segundo governo do ex-presidente Lula.

Dr. Bumbum foi preso na última quinta-feira (19) acusado de ter levado uma paciente a óbito. A bancária Lilian Calixto, de 46 anos, foi submetida a um procedimento estético realizado no apartamento do médico, quando o recomendado seria em uma clínica.

De acordo com informações da Secretaria-Geral, Furtado nunca fez parte do corpo funcional da Presidência da República, mas atendeu na Clínica Geral da Presidência após ter sido cedido pelo (HFA) Hospital das Forças Armadas de Brasília.

A assessoria disse ainda que ele foi cedido à época em que era médico temporário do Exército. “Ele nunca participou de eventos oficiais, viagens presidenciais e atendimento de autoridades.”

 

Com informações da Gazeta do Povo

Deixe seu comentário

Veja também...