Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Drogas em avião militar não é novidade para o Brasil

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Drogas em avião militar não é novidade para o Brasil
COMPARTILHE

Brasil coopera para solucionar o caso dos quilos de cocaína encontrados em avião da FAB, na Espanha. Entorpecentes em avião militar, no entanto, não é novidade em Brasília.

A prisão de um militar da Força Aérea Brasileira (FAB) em Sevilha, na Espanha, está repercutindo internacionalmente. Ele estava transportando 39 quilos de cocaína em uma mala de mão.

Infelizmente, o presidente da República, Jair Bolsonaro, não é o primeiro chefe do Executivo a se deparar com crimes cometidos em aviões do governo.

Em 1999, por exemplo, uma operação da Polícia Federal (PF), batizada de “Mar Aberto”, apontou um esquema de tráfico de entorpecentes em aviões da Força Aérea Brasileira.

Segundo o site G1, porções de droga eram transportadas por aviões da FAB, em malas comuns que não passavam pelo processo rotineiro de controle, com destino a Las Palmas, nas Ilhas Canárias.

Em 2015, o Superior Tribunal Militar (STM) determinou a perda de posto e de patente de um coronel condenado por traficar cocaína no esquema desvendado pela PF seis anos antes. Ele foi flagrado com 32 quilos da droga escondidos em malas de viagem.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM