Duterte dobra licença-maternidade nas Filipinas

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, ampliou os benefícios da licença-maternidade.

A medida pode levar mais mulheres ao mercado de trabalho, visto que as Filipinas é o país com a menor participação feminina do Sudeste Asiático.

A senadora Risa Hontiveros — uma das principais defensoras da medida — afirmou que a nova lei ampliou a licença-maternidade paga de 60 para 105 dias, dos quais sete podem ser destinados aos pais. Mães solteiras terão 15 dias adicionais.

Segundo o portal Bloomberg, Hontiveros afirmou:

“Hoje aconteceu uma grande vitória para as mulheres e suas famílias. Haverá mais batalhas e desafios no futuro, mas hoje as mulheres venceram.”

A licença-maternidade de 105 dias nas Filipinas contrasta com a de 182 dias do Vietnã, de 180 dias da Indonésia e de 112 dias de Cingapura.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.