Duterte fala sobre mulheres comunistas alvejadas nos genitais

O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, se gabou de ter ordenado que suas tropas atirassem nas vaginas de militantes comunistas.

A declaração, que foi publicada em várias reportagens de jornais locais, provocou uma onda de críticas contra o presidente das Filipinas.

O ex-prefeito e atual líder filipino, Rodrigo Duterte, declarou para uma audiência de aproximadamente 200 ex-rebeldes:

Diga aos soldados: ‘Há uma nova ordem vindo do prefeito. Nós não vamos te matar. Vamos apenas atirar em sua vagina’.

“Se não há vagina, seria inútil”, acrescentou Duterte ao riso da multidão, segundo relatos locais.

As observações de Duterte não chamaram tanta atenção até segunda-feira (4), porque Duterte estava falando em seu idioma nativo, de acordo com o jornal New York Times.

 

Traduzida e adaptada da Fox News
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia