Duterte oferece recompensa por cabeça de guerrilheiros comunistas

O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, ofereceu recompensas de quase US$ 500 a quem matar rebeldes comunistas do Novo Exército do Povo (NEP).

A guerrilha comunista NEP se encontra nas listas de grupos terroristas das Filipinas, dos Estados Unidos e da União Europeia.

Segundo a transcrição oficial de um discurso pronunciado ontem em Zebu, no centro do país, o presidente Duterte afirmou:

Se você mata um NEP hoje te pagarei 25.000 pesos (US$ 487).

A declaração de Rodrigo Duterte foi uma resposta ao líder do Partido Comunista das Filipinas, José María Sisón, que de seu exílio na Holanda assegurou na semana passada que a guerrilha comunista é capaz de matar um soldado por dia.

De acordo com informações da EXAME:

Duterte argumentou que pagar 25.000 pesos a todos os que matem um terrorista seria mais barato para o Estado que financiar uma guerra contra esta organização comunista que tem uma ampla presença nas zonas rurais do país, onde comete frequentemente extorsões e atentados.

“Se você trabalha duro para arrastar-se pela floresta, é certo que pode atirar em pelo menos um. E se podes disparar contra um pássaro que voa sobre você, como não vai ser capaz de acertar um NEP que tem a cabeça maior?”, se perguntou.

Duterte, que provocou risadas no público, não revelou mais detalhes sobre a oferta, razão pela qual se desconhece se levará à prática.

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *